Nova Fase: Humanismo Verdade

fevereiro 17, 2014

04b37441d4ccab769e9d7dc5afbd3c08_500

Neste ano de 2014, aproveitando o início do ano chinês, que acontece geralmente até o dia 20 de fevereiro; E também o fato de a cultura oriental ser uma das primeiras entre as civilizações, e com muito peso na cultura ocidental atual, lançarei mão também de uma corrente filosófica com forte tendência na contemporaneidade, ou seja, o Humanismo. Para iniciar esta nova fase.

Um Humanismo verdadeiramente humano, que expõe seu lado negro, desconstruído, com suas mazelas e incapacidades de todas às espécies, liberando verdades que antes eram tabus e revelando não só a beleza e perfeição que se deseja alcançar, mas principalmente, a incapacidade no inalcançável, sua fraqueza e impotência em fugir da derrota, e um lado novo que admite sua dor e busca dar a volta por cima sem esconder os meandros do feio lado humano, fraco, imperfeito e desconstruído.

É, pois esta, a nova cara que pretendo mostrar.

Havia antes uma preocupação em passar sempre uma mensagem positiva, bonita e forte.

Esgotou-se o Bom e o Belo.

Agora, o desejo é mostrar o Humano; E o humano é também o feio, o mau e o negativo. São polos que se duelam e se harmonizam… ou não!

Mas antes de qualquer coisa, é o Humano existindo. Hora Belo e positivo, hora feio e negativo, mas sempre verdadeiro, sem meias palavras ou medo do alcance que possam ter.

Nesta fase tentarei expor o cotidiano nu e cru. Com seus momentos lindos ou tristes, deslumbrantes ou desesperadores.

Apenas uma constante: Verdade; Pensada, sentida e vivida. Humana!

Não quero mais ficar sem escrever porque não tenho nada lindo para contar.

Quero também extravasar, desabafar! Exercer meu Ser Humana!

Isso é Humanismo, verdadeiro e atual. Liberal. Podendo acontecer. Existir no mundo e na vida!

Justamente este ano lunissolar chinês é o ano do cavalo, que representa exatamente:

“Força, Independência e Liberdade”!

 

Fonte da Figura: ravid0.blogfa.com